Natação de Alto nível em Cascavel

Aconteceu na manhã deste sábado (15), o XIX Campeonato Estadual de Natação de Inverno – Troféu Luciano Cabrine – na sede do Clube Comercial, em Cascavel. Foram 250 competidores, de 16 clubes, disputando nas categorias Juvenil, Júnior e Sênior. Participaram da competição atletas de diversas cidades, como Curitiba, Cascavel, Campo Mourão, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, entre outras.
“Estamos bastante satisfeitos com a realização deste campeonato, pois somente sete Federações conseguiram entregar toda a documentação em tempo para receber os repasses do Governo, e a do Paraná foi uma delas. Nosso secretário de Esportes do Paraná tem sido um grande aliado da natação e sempre nos apoia em tudo”, afirma a presidente da Federação dos Desportos Aquáticos do Paraná (FDAP), Mirley Corrado.
Durante a competição, alguns atletas se destacaram, inclusive quebrando recordes em suas categorias. Dentre eles, Henrique Painhas (categoria Juvenil) e Giovanna Dorigon (categoria Júnior), que definiram novos recordes para os 200 metros medley, tanto no masculino quanto no feminino. Giovanna, que compõe a seleção brasileira júnior, representou o Clube
Curitibano.
“Esse resultado não acontece do nada, exige muita dedicação e até um pouco de sofrimento. Mas o meu objetivo é sempre melhorar, conseguir bons resultados na seleção feminina e, principalmente, poder representar bem o Brasil no Mundial e quem sabe até nas Olimpíadas”, disse Giovanna.

Qualidade técnica

O padrão técnico e de arbitragem que o Campeonato trouxe a Cascavel fez valer o nível dos competidores. De acordo com o árbitro geral da competição, Fernando Thomine, mais da metade do time de arbitragem é de Toledo, pois são valorizados os profissionais da região em que ocorrem as competições, treinados pela Federação.
“Somos um grupo de mais de 15 árbitros aqui hoje para cuidar de apenas sete raias. A partir daí já se pode notar a qualidade do trabalho para que o desempenho dos nadadores seja avaliado com total precisão e profissionalismo, algo que somente engrandece o evento e demonstra responsabilidade”, pontuou.
O secretário do Esporte do Paraná, Evandro Roman, que esteve presente e ajudou na entrega das medalhas aos vencedores, parabenizou os clubes. “O que vemos aqui hoje é o fruto de um trabalho árduo, que não só cria vencedores, mas ajuda a formar uma juventude mais comprometida e cidadãos mais saudáveis”, afirmou Roman.
Promessa

Uma das grandes promessas da natação brasileira reside em Cascavel e estava presente na torcida. Laura Paludo, de 11 anos, ainda não tem idade para participar das categorias que concorreram ao Troféu Luciano Cabrine, mas já é medalhista em diversas competições de sua faixa etária, dentre elas, medalha de ouro no Campeonato Sul-Brasileiro.
“Comecei a nadar aos dois anos. Sempre gostei da água e adoro competir. Treino de segunda a sábado e meu maior sonho é disputar uma Olimpíada”, já anuncia a pequena nadadora. A mãe de Laura se diz orgulhosa da vocação da filha.
“Desde pequena ela demonstrou pré-disposição ao esporte, possuía mais massa muscular do que a maioria das crianças de sua idade e tem conseguido se destacar. Ela obteve o melhor índice técnico no Sul-Brasileiro, além da medalha. Apoiamos imensamente esse esporte e a Laura tem sido acompanhada pelos técnicos do Clube Comercial, médicos e nutricionistas. Tem tudo para despontar”, incentivou.

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *