Emagrecer com saúde é preciso reeducação, garante o psicólogo Michael Zanchet

Emagrecer com saúde não é uma tarefa fácil. Principalmente para aqueles acostumados a tomar um choppinho depois do trabalho ou comer um docinho após o almoço. No entanto, essa é uma tendência cada dia mais indicada por nutricionistas. Para perder uns quilinhos, nada melhor do que apostar em uma alimentação saudável: sem sacrifícios ou dietas malucas. E como começar? Simples. Pense em seu passado, analise seus erros e trace seu futuro. Trabalhe com metas. Pelo menos, esta é a dica de quem entende do assunto.
“Para emagrecer com saúde é preciso reeducação”, garante o psicólogo Michael Zanchet. Ou seja, se perder peso é seu objetivo é necessário analisar comportamentos, vislumbrando quais são os objetivos de vida e, a partir daí, modificar velhos hábitos. Para o especialista, não basta apenas emagrecer e depois voltar ao passado. O mais importante é, de fato, mudar o modo de pensar e viver.
Outra dica de Zanchet é procurar, na medida do possível, profissionais que podem ajudar antes, durante e depois do emagrecimento. “Reeduque seu estilo de vida por meio de uma equipe interdisciplinar. A avaliação médica irá fornecer dados clínicos sobre a saúde, que são importantes para identificar se o funcionamento hormonal está dentro da normalidade ou se existe alguma disfunção clínica que pode estar afetando o emagrecimento”, indica.
Além disso, aponta o especialista, é indispensável a avaliação de um nutricionista. É ele quem vai dizer quais são as vitaminas mais indicadas e, principalmente, analisar e corrigir antigas práticas. “A nutricionista vai verificar seus hábitos alimentares, fará uma avaliação de nutrientes e fornecerá uma dieta balanceada, personalizada e com equilíbrio de nutrientes”, ressalta Zanchet. Outro ponto relevante para aqueles que pretendem ter um corpo mais enxuto são os exercícios físicos. No entanto, avisa Michael Zanchet, até para dar uma corridinha básica “é importante a avaliação de um especialista.
E se nenhum dos passos acima for suficiente para que seja dada a largada para uma vida mais saudável, indica Zanchet, por que não procurar a ajuda de um psicólogo? O analista auxilia na compreensão das reais causas para tanto amanhã. “Ele vai ajudar a reconhecer quais são os motivos que prejudicam o estabelecimento de uma dieta saudável. Avaliar variáveis emocionais que podem afetar o emagrecimento, como, por exemplo, estresse, ansiedade, sintomas depressivos”, diz.
Matéria publicada no site R7

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *