Sindicato alerta

Faltam dois meses para a chegada da estação mais esperada do ano, mas a preocupação com corpo começa desde já. Eliminar gordurinhas indesejáveis, definir os músculos e ficar em
forma para o verão.
Tanto para quem entra nesta batalha diária em casa, quanto para os que contam com a ajuda das academias, vale a dica dada pelo Sindicato que representa os profissionais de educação no Paraná, o Sinpefepar: Prática de exercícios só com orientação profissional.
De acordo com o presidente da entidade, Sérgio Luiz Nascimento, a primeira coisa a fazer antes de começar é realizar uma avaliação médica para saber qual atividade é mais indicada à condição física atual da pessoa. Só depois dessa avaliação é que o aluno poderá se aventurar nas academias ou mesmo nas ruas e parques da cidade.
Nas academias a supervisão é mais constante e a possibilidade de erro menor.  Saber se a academia possui profissionais habilitados e em número suficiente para atender a demanda é essencial.
Em casa ou em parques o risco aumenta, então é preciso cuidado. Parques e praças de Curitiba contam com equipamentos que convidam as pessoas a se exercitarem, porém Nascimento salienta que toda e qualquer atividade física deve ser sempre orientada e acompanhada por um profissional experiente.
“Malhar sem orientação é contraindicado. O indivíduo que treina e faz exercícios físicos sem o acompanhamento de um profissional competente, está sujeito a enfrentar redução de desempenho, insônia, cansaço, dores, irritação, cefaléia, problemas articulares, batimentos cardíacos alterados, entre outros”, lembra o presidente Nascimento.
A orientação profissional vem do treinamento individualizado e do acompanhamento das atividades que corrige postura, respiração, movimento. Tudo isso para que o individuo obtenha o máximo do treino, mantenha sua saúde em dia e chegue ao seu objetivo mais rápido.
De acordo com o Sindicato, aqueles que
seguem um treino elaborado por um profissional, só têm a ganhar. O organismo
melhor condicionado e melhor oxigenado permite uma vascularização do cérebro
muito mais eficiente e, por consequência, aumenta o grau de agilidade do
raciocínio e sua função intelectual, levando a um melhor desempenho nas tarefas
e atividades que exigem discernimento, reflexão, análise e solução de problemas.

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *