Sem profissional formado, academias de ginástica são fechadas, em GO

Além da falta de instrutores, locais apresentavam problemas na estrutura.
Dono informou que não teve tempo de regularizar situação, em Anápolis.

Do G1 GO, com informação da TV Anhanguera
A Vigilância Sanitária interditou duas academias em Itumbiara, no sul de Goiás, por problemas na estrutura e por não haver nenhum profissional formado em educação física trabalhando nesses locais.
Uma delas, situada no centro da cidade, estava funcionando sem o alvará da Vigilância. Nela foram constatados problemas na estrutura como mofos e infiltração. O que agrava ainda mais a situação é que nenhum profissional formado foi encontrado no local.
O dono da academia já havia sido notificado, mas, segundo ele, não teve tempo de fazer as adequações: “O prazo que eu recebi foi muito curto, então eu estou correndo atrás, já fui a Goiânia e resolvi tudo com o Cref. Hoje, os documentos estão todos na minha mão e seriam entregues, mas eles só vieram de manhã e para mim é difícil, o prazo é muito curto”, explica Paulo Mendonça.
Ele também é dono de outra academia que também foi fiscalizada. No local, foram encontradas as mesmas irregularidades e por isso os dois estabelecimentos foram interditados. “Infelizmente os papéis ainda estão quase entregues na sua totalidade, todos os documentos exigidos. Nós não encontramos um diretor técnico responsável por conduzir aqueles que usam a academia”, diz diretor da Vigilância Sanitária Hebert Andrade.
As academias só serão reabertas depois de regularizarem a situação junto à Vigilância Sanitária e o Conselho Regional de Educação Física.

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *