Atividade física pode ajudar a saúde mental de idosos

Os resultados de um estudo feito pela Universidade de Boston afirmam que exercícios físicos podem ser recomendados para ajudar a evitar problemas relacionados à estrutura do cérebro de pessoas mais velhas.
Pesquisa diz que a prática de exercícios que aumentam o desempenho cardiorrespiratório tem impacto positivo no cérebro.
 
O desempenho cardiorrespiratório pode impactar positivamente a estrutura da matéria branca no cérebro de pessoas idosas. Os resultados de um estudo feito pela Universidade de Boston afirmam que exercícios físicos podem ser recomendados para ajudar a evitar problemas relacionados à estrutura do cérebro de pessoas mais velhas.
 
A pesquisa, apresentada no Annals of Clinical and Translational Neurology, é a primeira a mostrar a relação entre atividade física e o desempenho mental de idosos. Porém, os mesmos resultados são se aplicam à adultos mais novos.
 
Os pesquisadores analisaram pessoas com idades entre 18 e 31 anos e idosos entre 55 e 82 anos. Todos os participantes passaram por uma ressonância magnética de seus cérebros e, além disso, o desempenho cardiorrespiratório – coração e pulmões – foram avaliados enquanto as pessoas corriam em uma esteira. Os pesquisadores concluíram que o funcionamento desses órgãos está positivamente relacionado à estrutura integrada nos feixes de fibras de matéria branca nos cérebros das pessoas idosas. A mesma associação não foi feita com adultos mais novos.
 
— Atividades físicas responsáveis pela melhora no desempenho cardiorrespiratório, como caminhadas, são de baixo custo e acessíveis, podem melhorar a qualidade de vida, atrasar o declínio cognitivo e prolongar a função independente — afirma Scott Hayes, da Universidade de Boston.
 
O pesquisador acredita que o estudo possa influenciar a motivação de idosos para a prática de exercícios físicos, impactando o bem-estar, a saúde, o humor e a cognição.
 
Matéria publicada no site ZH Bem-Estar

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *