Desafio Xeque Mate já tem ganhadores

A Federação de Xadrez (FEXPAR) realizou no último sábado (19) a primeira etapa  do Desafio Xeque Mate que reuniu mais de 400 enxadristas de Curitiba, São José
dos Pinhais, Quatro Barras e Paranaguá.
O torneio é disputado em seis rodadas nas categorias 1º a 7º anos do ensino regular, 7ª e 8ª séries, ensino médio e ensino superior/comunidade, essa categoria não tem limite de idade. A iniciativa é voltada para os alunos de escolas municipais, estaduais e particulares poderem disputar torneios onde possam se acostumar as competições de xadrez, mas o evento também é aberto aos enxadristas que cursam o ensino superior e para as pessoas da comunidade participar. A competição foi realizada na Escola Municipal do CAIC Guilherme Lacerda Braga Sobrinho, no bairro Sitio Cercado em Curitiba.
Junto com as etapas do Desafio também está sendo realizada a Campanha Xadrez Solidário, onde os atletas e as instituições participantes podem  realizar doações espontânes de alimentos não perecíveis. Nesta primeira etapa foram arrecadados 101 quilos de alimentos, que serão doados para a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP). Além do espaço onde foram disputadas as partidas, foi montado uma imensa área de lazer para os alunos com cama elástica, xadrez gigante e diversas outras atividades.
De acordo com o coordenador da arbitragem Alexandre Zampier, o Desafio Xeque Mate é uma competição de inclusão, onde enxadristas de diversas faixas etárias competem e
enxadristas iniciantes e experientes compartilham do mesmo ambiente, isso faz com que a trocas de experiências aconteça muito facilmente. “Essa interação é muito significativa para os meis novos, que tem a oportunidade de conviver desde cedo no ambiente da competição e ainda poder tirar lições com os mais experientes que por suas vez tem a oportunidade de compartilhar suas experiências e suas táticas co as crianças”, disse Zampier.
O presidente da FEXPAR, Paulo Vírgilio Rios comentou sobre a função do xadrez no desenvolvimento do raciocínio lógico e rápido nas crianças. ” O jogo de xadrez é uma excelente maneira de exercitar várias funções motoras e cognitivas como o raciocínio lógico e matemático, habilidade estratégica, concentração, antecipação, persistência no jogar, coordenação global e coordenação fina ou óculo manual. Os jogos são excelentes instrumentos de intervenção, pois colocam os alunos em posição de antecipação e superação de desafios”, comentou
Paulo.
Confira a classificação final de cada categoria no site: http://www.esporte.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=4332&tit=Desafio-Xeque-Mate-agitou-Curitiba-neste-fim-de-semana
 

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *