Estudo aponta que 3 em cada 7 brasileiros com artrite não recebem diagnóstico

Realidade para 43% dos pacientes brasileiros, a demora no diagnóstico da artrite reumatoide pode acarretar em consequências irreversíveis como deformações e amputação de membros, segundo um estudo realizado em cinco capitais brasileiras.
 
Demora no diagnóstico pode acarretar em consequências irreversíveis como deformações.
 
Durante a divulgação da pesquisa, o médico Cristiano Zerbini, professor da USP (Universidade de São Paulo), disse que “quanto mais precoce o tratamento, menor é o dano estrutural e menor é a incapacidade física dos enfermos”.
 
A pesquisa Não ignore sua dor: pode ser artrite reumatoide foi encomendada pela farmacêutica Pfizer e ouviu 200 pacientes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife, que apontaram a demora no diagnóstico e a falta de informação como maiores dificuldades no combate a doença.
 
— Normalmente, uma dor nas articulações faz as pessoas irem primeiro a um otopedista, que acaba tratando a reumatose como um trauma.
 
O médico afirmou que, no Brasil, a artrite reumatoide afeta 2 milhões de pessoas, mas há muito “preconceito e discriminação” em relação à doença. Segundo um relatório da Pfizer, entre fevereiro de 2014 e o mesmo mês em 2015, 18.575 pacientes foram internados no Sistema Único de Saúde (SUS) por consequência da doença inflamatória, o que gerou um custo total de R$ 11,8 milhões.
 
De acordo com a SBED (Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor), esta doença atinge de 0,5% a 1,5% da população, com maior intensidade para as mulheres, com uma proporção de três para cada homem. Autoimune, a doença faz com que o organismo, por meio do sistema imunológico, prejudique a si mesmo.
 
Para que um paciente sofra desta enfermidade, tem que haver uma “predisposição para isso”, explicou a reumatologista Rina Giorgi. Sobre os sintomas, a especialista é resoluta.
 
— A mão é o cartão de visitas do paciente com reumatoide, mas, além delas, qualquer dor persistente nas articulações, que durem em torno de um mês, devem ser avaliadas por um médico.
 
Matéria publicada no Portal R7

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *