Nova geração do xadrez ponta-grossense

A nova geração do xadrez ponta-grossense conta com o apoio do Projeto “Prata da Casa” para continuar evoluindo, defendendo uma tradição da modalidade na cidade, que sempre teve enxadristas em destaque no cenário nacional. Geovani Allan Broday, Lara Carolina Malanowski, Jhulia Vitória Felix e Ivo Henrique Chiaretto foram relacionados pelo Conselho Municipal de Esportes para receber bolsas do programa, que é mantido pela Fundação Municipal de Esportes (Fundesp) e Prefeitura Municipal de Ponta Grossa.
Para o diretor geral da Fundesp, Marcos Aurélio Schemberger, o “Padre”, é importante a divulgação do desempenho dos atletas que integram o “Prata da Casa”, que existe há cerca de 25 anos, mas tem uma nova proposta. “Temos trinta e nove atletas relacionados, sendo que com 7 e 9 anos, o Ivo e a Jhulia são os mais novos, enquanto a nadadora Verônica Balsano, campeão mundial máster, é a mais experiente, todos representando o potencial esportivo da nossa cidade”, destaca o dirigente.
Para ampliar o apoio aos atletas, a Fundesp vai buscar patrocínios junto ao empresariado. “Nossos recursos são limitados e a ideia é colocar os atletas na mídia, mostrando que os resultados podem ser ainda mais expressivos desde que eles tenham melhores condições para se dedicar aos treinamentos e às competições; assim, a partir de agora todos usarão a camisa amarela, à espera dos patrocinadores”, completa “Padre”.
As equipes de xadrez de Ponta Grossa que irão aos Jogos da Juventude (JOJUPs) e aos Jogos Abertos do Paraná (JAPs) têm como técnico o professor Jesus Clayton de Oliveira. Os treinos no Ginásio de Esportes Oscar Pereira serão retomados nos próximos dias, com palestras e a análise de partidas. “No xadrez a preparação dos jogadores é feita nos colégios e através da internet, mas é importante reunir a equipe pelo menos duas vezes por semana”, afirma Jesus, que trouxe o argentino Pablo La Costa para uma palestra sobre finais de torre.
Com 17 anos, Geovani Allan Broday é o mais experiente dos enxadristas do “Prata da Casa”, disputando e conquistando medalhas nos JOJUPs desde 2008, tem no currículo a prata na Olimpíada Escolar do ano passado, em Natal, no Rio Grande do Norte, além de atuações destacadas em categorias superiores.
Já Lara Carolina Malanowski foi campeã dos torneios rápido e relâmpago dos 60º Jogos Escolares do Paraná (JEPs) na categoria de 12 a 14 anos e vai integrar a Seleção Paranaense nos Jogos Escolares da Juventude, em setembro na cidade de Natal.
Campeã brasileira em Catanduvas, São Paulo, aos 9 anos Jhulia Vitória Felix tem mais desafios pela frente nos próximos meses, lutando pelo tricampeonato do Mercosul e pelo título do Pan-Americano, que acontecerá em Poços de Caldas, Minas Gerais.
E o “caçula” da turma, Ivo Henrique Chiaretto, de 7 anos, é bicampeão estadual da categoria Sub-8 e também já tem um título e um vice-campeonato do Torneio Mercosul.

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *