O mês de nascimento pode indicar risco de doenças

A Universidade da Columbia, nos Estados Unidos, desenvolveu um programa que investiga a relação entre o mês de nascimento e os riscos de certas doenças aparecerem.
 
As pessoas que nasceram em maio são as que têm o menor risco de sofrer de doenças, os que nasceram em outubro são aquelas que apresentam risco mais elevado, segundo um método informático desenvolvido por cientistas do Centro Médico da Universidade da Columbia.
 
Numa análise relativa a doenças específicas como TDAH (Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade) e asma, os investigadores determinaram que as ocorrências podem estar relacionadas com a época do ano em que os bebés nasceram.
 
O risco de asma é maior em pessoas que nasceram durante o verão e o outono no país. Um estudo dinamarquês sobre a doença também descobriu um pico deste risco no mesmo período do ano.
 
Os investigadores descobriram ainda uma associação entre mês de nascimento e nove tipos de doenças cardíacas, sendo que as pessoas nascidas no inverno têm um maior risco de fibrilhação, insuficiência cardíaca congestiva e distúrbio da válvula mitral, como noticia o Daily Mail.
 
Este estudo, publicado no Journal of American Medical Informatics Association, analisou 1.688 patologias e a data de nascimento e histórico médico de 1,7 milhões de pacientes atendidos no Hospital Presbiteriano de Nova Iorque entre 1985 e 2013.
 
Ainda assim o investigador Nicholas Tatonetti alerta que estes resultados não são motivo para alarme. Porque “mesmo com associações significativas” esta relação é “relativamente menor quando comparada a variáveis mais influentes como a dieta ou o exercício físico”, acrescenta Nicholas Tatonetti.
 
Os cientistas planeiam replicar o estudo com dados de outros Estados norte-americanos e com outros países para ver como é que os dados variam de acordo com a mudança das estações e com os fatores ambientais.
 
Matéria publicada no site Notícias ao Minuto

Spread the word. Share this post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *